Praga, República Checa

 

Após uma breve pesquisa, percebi que maio é considerado o melhor mês para visitar Praga, uma vez que as temperaturas são amenas e há menos turistas.Claro que se queres ver os mercados de natal, o melhor é ir em novembro/dezembro. Neste caso,  preparei o roteiro para o mês de maio.
4 dias em Praga
1º Dia

Começar o dia pela Praça da Cidade Velha, onde estão algumas das atracções de Praga.

Ir em direcção ao Relógio Astronómico, passando pela Igreja Nossa Senhora Diante de Týn. Depois vai em direcção à Torre do Relógio onde poderás ver a cidade de outra perspectiva.

Se gostas de igrejas, passa pela de São Nicolau antes de ires em direcção à Ponte Carlos. A ponte Ponte Carlos é a mais antiga da cidade, tendo sido construída no século XV. Atravessa a ponte até ao lado Malá Strana. Lá, visita a Igreja de São Nicolau. É uma das principais igrejas em Praga e chama a atenção por sua grandeza e decoração.

Antes de voltares para o outro lado do rio Moldova, incluí no roteiro uma visita ao Muro de John Lennon: um muro que repleto de graffitis que marcam o seu assassinato.

2º Dia

Começa o dia com uma visita ao Bairro Judeu. Começando pela Sinagoga Pinkas: um memorial onde as paredes estão cobertas por nomes de todas as vítimas do Holocausto nascidas na República Checa. De seguida, entra no Antigo Cemitério Judeu, um dos maiores e mais importantes de Praga. Passa pela Sinagoga Velha-Nova, a sinagoga mais antiga da Europa. Foi construída em 1270 e foi um dos primeiros prédios em estilo gótico de Praga.

Depois do Bairro Judeu, segue até a Basílica de São Tiago, o Grande: Pendurada de uma parede existe uma mão mumificada.  Diz a lenda, que um ladrão tentou roubar a imagem de Nossa Senhora e esta segurou-lhe a mão. Na manhã seguinte, viram o ladrão preso pela imagem, cortaram-lhe a mão e a penduraram-na como aviso. Depois de veres a mão pendurada na Basílica, segue para o Stone Bell House, uma das casas mais antigas e bem preservadas em Praga, construída no século XIII. Saindo da casa-museu, vai até à Torre de Pólvora e ganha folêgo para subires até lá a cima.

3º Dia

Começar o dia no Castelo de Praga, detentor do Guinness World Record como o maior castelo do mundo. Dentro das muralhas, visita a Catedral de São Vito, a incrível Rua Dourada (Golden Lane),  a Basílica de São Jorge e a Grande Torre Sul. Um dia onde te vais fartar de caminhar.

4º Dia

Neste último dia, aproveita para relaxar e redescobrir a cidade com calma. Faz uma caminhada pela margem do rio Moldava, começa pela Ponte Carlos, passa pelo Teatro Nacional em direcção à Ponte Legií.

Continua andando até a Casa Dançante. As curvas da casa parecem as curvas do meu corpinho sexy. Descobre o Monumento da Cabeça de Kafka. E para finalizar, termina o dia na Praça Venceslau, o coração da parte mais recente de Praga.

Rota gastronómica:

Sou totalmente a favor de experimentar e comer nos restaurantes locais. Deixem lá o McDonald’s para os almoços de ressaca. Assim sendo seguem algumas sugestões para comer em Praga. Mete no Google Maps que aparece:

  • Zubajda
  • Restaurant Pepř a Sůl
  • U Kroka
  • Czech Slovak Restaurant
  • Sangam (Indiano com preços bastante acessíveis)

Leave a comment


    Newsletter

    Arrelia Travel © 2022. All Rights Reserved.