A partir de hoje, dia 1 de dezembro de 2021, apresentar teste negativo vai ser obrigatório no regresso a Portugal continental.

A partir de hoje, 1 de dezembro de 2021, muito vai mudar no que diz respeito às viagens, afetando, sobretudo, as chegadas a Portugal continental por via aérea. O país vai voltar a entrar em estado de calamidade estão em vigor novas regras vão fazer parte da vida dos portugueses – e não só. Se vais viajar em dezembro para outro país, para a Madeira ou para os Açores, fica atento às novas regras.

Apresentar teste de covid

Se vais viajar em dezembro, terás de apresentar um teste negativo à Covid-19, seja PCR ou antigénio que fique registado no certificado digital, (testes rápidos feitos em casa não são válidos), no regresso a Portugal continental. Esta regra é válida mesmo para quem tenha o esquema de vacinação completo ou até mesmo recuperado da doença.

São obrigados a apresentar o teste covid, todos os passageiros que cheguem a Portugal a partir de 1 de dezembro, incluindo os próprios portugueses. Portanto, esta nova regra é válida para todos, “seja qual for o ponto de origem e seja qual for a nacionalidade do passageiro”, sublinhou António Costa na apresentação das novas medidas aprovadas em reunião de Conselho de Ministros, que decorreu na passada quinta-feira, dia 25 de novembro de 2021. A única excepção são as crianças com menos de 12 anos.

Os testes válidos para viajar são os PCR, feitos em laboratório, que podem ser feitos até 72 horas antes do embarque. E também os testes antigénios, realizados nas farmácias que têm a validade de 48 horas. Só ficam excluídos os autotestes, que não permitem ter um comprovativo.

Segundo o Turismo de Portugal, o resultado do teste deve incluir:

  • tipo de teste realizado;
  • nome do passageiro (conforme passaporte);
  • data de nascimento;
  • identificação clara do laboratório, incluindo a certificação;
  • a data e hora em que a amostra foi recolhida e o resultado negativo explícito.

Os testes devem ser feitos no país onde se vai embarcar. O mais importante é que tenham todas as informações requeridas e estejam no período considerado válido. No caso de viagens rápidas, é possível apresentar um teste feito em Portugal desde que esteja dentro da validade.

Quando às viagens por via terrestre, o controlo das fronteiras será – para já – aleatório. Mas a verdade é que as autoridades de segurança podem pedir os testes negativos à Covid se virem passageiros a cruzar as fronteiras.

Também no caso das viagens por via marítima, como é o caso dos cruzeiros, o controlo ainda está a ser estudado pelo Governo.

 

 

Leave a comment

Newsletter

Arrelia Travel © 2022. All Rights Reserved.