Sou uma pessoa prática, não me dou a grandes luxos porque o orçamento é apertado e sei perfeitamente que não sou a única amante de viagens com o dinheiro contado.

Assim deixo-vos aqui algumas dicas para por em prática na próxima viagem:

1ª Dica de viagem: Bagagem de mão
Todos conhecemos o drama que é viajar em low-cost e as políticas de bagagem de mão, de forma a optimizar espaço nessa malinha façam Vácuo! Ou seja, comprem sacos de vácuo, metam os trapinhos lá dentro e suguem o ar ao saco. Vai ficar tudo compacto e poderão levar mais roupa que um par de calças e duas camisolas.
2ª Dica de viagem: Deixe os líquidos em casa
Para quê andar a tirar o saquinho dos líquidos da mala e ver alguns dos produtos serem deitados fora? Independentemente do destino existem sempre supermercados ou lojas de conveniência onde se pode comprar produtos de higiene. Não vamos andar a perder tempo e dinheiro com produtos líquidos até 100ml, até porque um shampoo de 100ml dá praticamente para 1 uso. Compre o que faz falta no destino.
3ª Dica de viagem: Medicamentos
Uma vez que comprimidos são pequenos e podem ser arrumados nos bolsos ou na carteira, sou apologista de levar a farmácia atrás. Estou a brincar mas há sempre uns comprimidos que dá jeito levar. O meu favorito é o Paracetamol que dá para tudo e mais alguma coisa. Dói-lhe o pé? Paracetamol; Não consegue dormir? Paracetamol; Febre? Paracetamol. Uma maravilha dos tempos modernos. Comprimidos para os enjoos, azia e diarreia também são aconselháveis a levar.
4ª Dica de viagem: Temperos
Se está num país que abusa dos condimentos e você não tem o estômago habituado a novos sabores, tenha calma. Por exemplo, na Tailândia mesmo que peçam “no spicy” aquilo vai estar picante! É delicioso mas têm de estar preparados e o melhor para acalmar o estômago são produtos lácteos, seja iogurte, leite, queijo… As enzimas fazem milagres.
5ª Dica de viagem: Lugar no avião

Quem já viajou em companhias low-cost sabe o que isto significa. Lugares atribuídos aleatoriamente ou então pagar pelo assento que mais convém. Se viaja em low-cost o mais provável é estar a fazer uma viagem de curta duração, poupe na escolha do assento e durma sem que ninguém o chateie durante aquelas 3 horas de voo.

6ª Dica de viagem: Snacks

Não consigo descrever a importância de levar algo para se comer no voo, ou até nos primeiros dias de viagem. Ninguém acredita em mim quando digo que vou de saco do continente carregado de coisas para ir petiscando, seja fatias de bolo, sandes d’ovo, wraps de salmão fumado (fancy eu sei), brownies, frutos secos, fruta em pacote (daqueles que as crianças bebem), etc. Há mil opções, depende dos gostos e espaço de cada um.

7ª Dica de viagem: Pernas para que vos quero?

Viajar é conhecer e apesar do metro e autocarro serem confortáveis, também podem ser dispendiosos. O melhor é andar!

8ª Dica de viagem: Fazer um roteiro

Peça à Arrelia para investir tempo para montar um roteiro com tudo o que gostaria de visitar, pelo caminho ainda encontra experiências com desconto ou até de borla!

9ª Dica de viagem: Cozinhar

Uma dica para poupar é reservar alojamento que permita cozinhar as suas próprias refeições, é bom para a carteira e para as gastrites.

10ª Dica de viagem: A hora de almoço é a melhor

E não é só para comer… Neste caso, a hora de almoço é a altura ideal para visitar pontos turísticos que geralmente ficam muito cheios.

Leave a comment

Parcerias
Newsletter

ARRELIA TRAVEL © 2022. ALL RIGHTS RESERVED.